domingo, 19 de maio de 2013

GOVERNO FEDERAL DESMENTE BOATOS SOBRE FIM DO BOLSA FAMÍLIA

Agências da Caixa chegaram a ser depredadas
Após uma correria às agências da Caixa Econômica Federal na noite do último sábado (18) devido a um boato de que o pagamento do Bolsa Família seria interrompido, o governo negou qualquer suspensão e afirmou que o calendário de pagamentos do programa está mantido. 

A confusão aconteceu em Estados como Alagoas e Rio de Janeiro após os beneficiários receberam a informação de que ontem seria o último dia para o resgate do benefício. 

Através de uma nota publicada em seu site na madrugada desde domingo (19), o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome) informou que "não há qualquer veracidade nos boatos" e que "não há qualquer possibilidade de alteração" nas regras do Bolsa Família. 

A Caixa Econômica Federal também anunciou que o pagamento "ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo Governo Federal". 

Confira a íntegra das notas:

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, MDS, informa que não há qualquer veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família. O MDS reafirma a continuidade do Bolsa Família, assegura que o calendário de pagamentos divulgado anteriormente está mantido e que não há qualquer possibilidade de alteração nas regras do Programa. O Bolsa Família está completando 10 anos e beneficia atualmente 13,8 milhões de famílias. É o maior e melhor focalizado programa de transferência de renda com condicionalidades do mundo e continuará cumprindo seu papel fundamental para a estratégia de superação da extrema pobreza no Brasil.

A Caixa Econômica Federal informa que o pagamento do programa Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo Governo Federal. A Caixa esclarece ainda que não procede a informação de que hoje seria o último dia para o pagamento do Bolsa Família. O Calendário de pagamento pode ser consultado através do site www.caixa.gov.br e pelo telefone 0800 726 0101.